Bahia (Brasil)

Partilha esse post

Igreja Nosso Senhor do Bonfim (Salvador, 2017)

Famosa por suas belas paisagens, pela alegria de seu povo, pelas tradições e culinária, a Bahia nos oferece muitas opções de turismo.

“Sorria, você está na Bahia!” 🙂

A começar pelo Carnaval, onde a festa é garantida, pelo menos, por uma semana inteira! Quem quiser visitar esse estado brasileiro nessa época do ano esteja preparado para ver muita gente se divertindo por todos os cantos. Aliás, o samba surgiu aí e somente depois foi se estendendo para os outros cantos do Brasil, dando origem ao famoso Carnaval carioca, por exemplo.

Outro ritmo baiano é o “Axé Music”, que misturou vários ritmos – maracatu, frevo, reaggae, forró e calipso – para resultar nessa dança que empolga quem se junta à multidão para mexer o corpo (no Carnaval ou em qualquer outra data, na Bahia ou em qualquer outro lugar).

Pelourinho enfeitado para a festa de São João (Salvador, 2017)

Mas não é só de festa que vive o baiano! A comida também é outra coisa que eles sabem fazer bem!! A característica principal da culinária da Bahia é o sabor forte devido ao uso, principalmente, da pimenta e do óleo de dendê.

Se você for visitar a Bahia não deixe de provar o acarajé, o prato mais conhecido da região, e outros típicos, como: vatapá, caruru, sarapatel ou bobó de camarão.

Além disso, na Bahia, sente-se uma presença religiosa fortíssima, esta também influenciada pela colonização portuguesa e a vinda de grande quantidade de africanos escravizados à região. Assim, por exemplo, em Salvador, temos mais de três centenas de igrejas católicas e também terreiros de umbanda e candomblé (além das outras religiões: centros espíritas, igrejas evangélicas…).

É ainda possível assistir a missas que mesclam as canções católicas com ritmos africanos. Muitas baianas vão assistir à missa com suas roupas típicas: vestidos de saias rodadas e lenço na cabeça.

baianas
Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (Salvador, 2017)

Se você quiser ver isso de perto, recomendamos a missa na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

Outra grande herança da escravidão no Brasil foi a capoeira: luta proveniente dos povos africanos escravizados. Ao som do berimbau, pandeiro e atabaque, os participantes das rodas de capoeira fazem belos movimentos ritmados que nos lembram uma luta, mas também uma dança. A capoeira pode ser vista em muitos lugares diferentes, seja nas cidades baianas ou em outras partes do Brasil e do mundo.

Esses são alguns dos muitos motivos para se perder nesse grande estado brasileiro. Há outros, mas é melhor você descobrir quando ali chegar.

coqueiros
Praia Stella Maris (Salvador, 2017)
Praia Boa Viagem (Salvador, 2017)
Salvador
Solar do Unhão (Salvador, 2017)
farol
Farol da Barra (Salvador, 2017)
  • Conheça um pouco de Salvador assistindo ao vídeo e lendo o post que criamos.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*