Vestígios de grandes filósofos em Atenas (Grécia)

Partilha esse post

Estátua de Sócrates, em Atenas (Grécia, 2015)

A Grécia é um país fenomenal por suas ilhas belíssimas, suas praias com um mar azul encantador, as pessoas simpáticas e a história que influenciou todo o mundo desde a Antiguidade.

Foi na Grécia antiga, por volta do século VI a.C., que surgiu a Filosofia, proporcionando um olhar mais crítico e racional das coisas (antes, tudo era explicado através da mitologia).

No final do século V a.C., a Filosofia inicia o período socrático, com a investigação de questões humanas, na tentativa de compreender qual é o lugar do ser humano no mundo. Foi o momento em que o famoso filósofo Sócrates começou a influenciar o mundo com a sua maneira de agir e pensar.

Estátua de Sócrates, em Atenas (Grécia, 2015)
Estátua de Sócrates, em frente à Academia de Atenas (Grécia, 2015)

Sócrates (470 – 399 a.C.), filósofo importante até os nossos dias, dedicou sua vida à meditação e ao ensino filosófico. Dialogava com as pessoas em praça pública, fazia perguntas, até que elas assumissem sua própria ignorância. Ele questionava a existência dos deuses e também fazia a juventude pensar e, por essa razão, foi condenado à morte.

Em Atenas, atualmente, é possível ver o local onde o grande pensador esteve preso enquanto aguardava a execução de sua sentença: ele teve de tomar cicuta (veneno).

Prisão de Sócrates
Prisão de Sócrates, no Monte Filopappos, em Atenas (Grécia, 2015)

O local está no Monte Filopappos (veja no mapa), um parque bem gostoso em Atenas. Mas a prisão não está bem sinalizada e para encontrá-la é necessário perguntar a um segurança ou para algum ateniense que esteja fazendo sua caminhada ou relaxando neste lugar tranquilo.

Localização do Monte Filopappos. Fonte: Google Mapas
Localização do Monte Filopappos e local da prisão de Sócrates. Fonte: Google Mapas

Apesar de todas as suas ideias, Sócrates não deixou nada escrito e o que sabemos sobre ele é graças às obras de Platão, principalmente.

Platão (427 – 347 a.C.), discípulo de Sócrates, acreditava no mundo das ideias, que seria um mundo eterno, ideal, espiritual, imutável; em contraste com o mundo dos sentidos, um mundo material, imperfeito. Assim, acreditava na imortalidade da alma. Esta, quando encarnada, conseguiria resgatar o mundo das ideias através dos sentidos. No entanto, tudo o que percebemos no mundo dos sentidos seria uma imitação daquilo que existe no mundo das ideias.

Para ensinar suas ideias, fundou a Academia. Veja sua localização nos dias atuais.

Academia de Platão
Localização da antiga Academia de Platão. Fonte: Google Mapas.

Na Atenas do século XXI, a Academia não passa de ruínas.

Academia de Platão
Ruínas da Academia de Platão (Atenas, 2015)

Mas há também a “nova” academia, denominada Academia de Atenas. Esta está num lugar mais cêntrico da cidade (na Leof. Eleftheriou Venizelou 28) e vale a pena passar em frente para apreciar sua arquitetura e, inclusive, tirar fotos ao lado das estátuas das imagens simbólicas de Platão e Sócrates.

Academia de Atenas
Academia de Atenas (Grécia, 2015)

Aristóteles (384 – 322 a.C.), por sua vez, foi discípulo de Platão.  É considerado o pai da Biologia, pois classificou e catalogou os seres vivos em grupos, separando as características em comum. Além disso, apresentou uma enciclopédia de todo o saber que foi produzido e acumulado pelos gregos em todos os ramos do pensamento e da prática, considerando essa totalidade de saberes como sendo a Filosofia.

Fundou uma escola chamada Liceu. O local onde funcionava a escola de Aristóteles, hoje é um sítio arqueológico (muito próximo ao Museu Bizantino – ver mapa a seguir) foi aberto para visitação do público em junho de 2014. Funcionamento das 8h às 15h.

Liceu de Aristóteles
Sítio arqueológico Liceu (Atenas, 2015)
Liceu de Aristóteles
Localização do sítio arqueológico onde foi o Liceu de Aristóteles. Imagem retirada de Google Mapas

 

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*