Otuzco (Peru)

Partilha esse post

Localizado nos Andes peruanos, a pouco mais de 2600 metros acima do nível do mar, Otuzco está a aproximadamente 75 quilômetros de Trujillo e sua principal economia é a agricultura, principalmente de batatas e cereais – esses e outros produtos típicos da região podem ser vistos e comprados na cidade.

Otuzco (2015)
Otuzco,  La Libertad, Peru (2015)

História

Segundo o site da regionlalibertad, os fundadores de Trujillo fizeram uma repartição de terras entre Trujillo e Huamachuco, assim encontraram uma pequena aldeia onde habitavam os nativos do lugar junto a uma nascente de água. Este lugar serviu posteriormente para os viajantes pernoitarem em suas longas viagens, geralmente de Trujillo até outras vilas e cidades interiorana (e vice versa).

Conta-se que o nome Otuzco vem do povo nativo Tuzcos (possivelmente situado onde agora é o cemitério da cidade). Outros afirmam que deriva da palavra Orozco, cidade espanhola de onde provavelmente procediam os monges agostinianos que chegaram nesse lugar em 1545 com a finalidade de evangelizar a população local.

Naquele momento, contavam com o amparo de Nossa Senhora da Imaculada Conceição e estabeleceram, onde agora é o bairro da Ermita, uma pequena igreja e colocaram aí a imagem da santa. Por costume da época outra imagem conhecida como “Inter” deveria existir na igreja para substituir à principal em pequenas procissões. Assim, algumas décadas depois (1570), a outra imagem, feita na Venezuela, chega a Otuzco.

Existe duas versões da origem da palavra “Puerta” adicionada ao nome da virgem. A primeira é que a Inter era posicionada na parte superior da porta da igreja, além disso essa era quem realizava os milagres. Já a outra versão diz que no ano de 1670 por temor a uma invasão de piratas foi colocada a Inter na porta de entrada á vila e miraculosamente os piratas no chegaram a desembarcar.

Seja qual for a verdadeira versão, a virgem Inter chega a ser a principal e a chamam de Nossa Senhora da Imaculada da Porta o simplesmente Virgen de la Puerta. Em 1983 a imagem é levada a sua atual igresia. Atualmente, a Virgen de la Puerta (Virgem da Porta) é conhecida como a padroeira do norte do Peru e também a Rainha da Paz Universal, recebendo devotos de todas as partes do Peru.

 

Virgen de la Puerta (Otuzco, 2015)
Virgen de la Puerta (Otuzco, 2015)

O que conhecer

  • Catedral de Otuzco

Construída de pedra (1950-1986), a Catedral de Otuzco é o local onde está a chamada Virgen de la Puerta ou, simplesmente, La Mamita (uma maneira carinhosa que seus devotos a denominam).

Catedral de Otuzco (2015)
Catedral de Otuzco (2015)

Os devotos que querem ter um encontro mais próximo com a santa têm o costume de usar um manto quando se aproximam à tribuna onde ela se encontra para rezar e fazer pedidos.

Outro costume bastante comum é comprar um manto e oferecer à santa. Esse manto será colocado sobre ela, mas como a demanda é grande, cada um deles têm uma data específica para ser usado. Há mantos, atualmente, que estão em uma “fila de espera” serão usados daqui a mais de uma década.

  • Plaza de Armas

Praça central da cidade, sem dúvida alguma é o lugar mais visitado por turistas, pois é ali que se encontra a Catedral.

Plaza de Armas de Otuzco (2015)
Plaza de Armas de Otuzco (2015)

Na praça e arredores estão os hotéis e pousadas mais modernos, bem como bons restaurantes.

  • Feira

Todos os dias, mas especialmente aos domingos, é possível encontrar nas ruas ao redor da Calle Santa Rita e Calle Francisco Bolognesi barracas com grande variedade de frutas e legumes. Pães, doces  e até pratos típicos da cidade também são encontrados e devem ser degustados.

otuzco
Feira de rua, mostra uma grande variedade de batatas (Otuzco, 2011)
  • Mercado Municipal

Outro lugar interessante para comprar coisas para comer é o Mercado Municipal. Ali, igual que na Feira de rua, há uma grande quantidade de frutas e legumes. Aconselha-se comer … e tomar sucos (você pode encontrar, entre outros, cenoura, maçã, beterraba, mamão, alfafa, entre outros).

  • Cholocday

Uma montanha de onde se tem uma vista linda de Otuzco. Os turistas podem fazer essa caminhada sem guia, mas se houver alguém que conheça a região que possa acompanhar, com certeza, o passeio será melhor aproveitado.

Datas especiais

Otuzco é bonita em qualquer época do ano, pois apresenta a bela paisagem andina, sempre repleta de altas montanhas.

Otuzco, no fundo a montanha Cholocday (2015)
Otuzco, no fundo a montanha Cholocday (2015)

Mas, o visitante que possa presenciar as festas da padroeira, a Virgen de la Puerta, nos dias 13, 14 e 15 de dezembro, com certeza não se arrependerá. Isso porque nessas datas, uma grande energia enche a região.

Plaza de Armas de Otuzco no dia da festa da padroeira (Foto de Eduardo Zavaleta Aguilar, dezembro de 2015)
Plaza de Armas de Otuzco no dia da festa da padroeira (Foto de Eduardo Zavaleta Aguilar, dezembro de 2015)

Dentre as comemorações diferentes eventos acontecem, como shows de grupos folclóricos, bandas, fogos de artifício e o animado “burrocross”, uma corrida onde as pessoas (adultos ou crianças) montam nos animais e percorrem um circuito.

Pessoas assistindo ao burrocross. Foto de Eduardo Zavaleta Aguilar (Otuzco, 2015)

Outro evento que se realiza nestas datas é a “Maraton de la Fé” que é uma ultramaratona (a maior do Peru) de 76k que inicia a meia noite a praticamente a nível do mar na Plaza de Armas de Trujillo  e termina a 2600 m de altitude na Plaza de Armas de Otuzco. Sua primeira versão foi em 1989. No ano de 2015 ganhou Emerson Trujillo (Huaraz) com 6h44m59s, mas o melhor tempo foi de Remigio Huamán (Huancavelica) em 2012 com 5h48m27s (velocidade média de 13,1 km/h). Atualmente quem organiza esta corrida é a associação civil “Vuelven los Gutierrez”.

 

Maiores informações: Site oficial de Trujillo e arredores

Alguns passeios fora da cidade de Otuzco : OtuzcoAdventure

 

 

 

4 Comentários

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*