12 lugares para conhecer em Budapeste

Partilha esse post

Parque Memento (2015)

Rio Danúbio

Rio Danúbio, em Budapeste (Hungria, 2015)
Rio Danúbio, em Budapeste (Hungria, 2015)

Sem dúvida alguma, caminhar pelas margens do rio Danúbio (tanto do lado Buda quanto do lado Peste) é o melhor passeio para se fazer em Budapeste. A paisagem é linda! Experimente ver o pôr-do-sol a partir dali e deixar-se ficar até que as luzes da cidade se acendam. É um verdadeiro espetáculo!

 

Basílica de São Estevão

Basílica de São Estevão (Budapeste, 2015).
Basílica de São Estevão (Budapeste, 2015).

Uma das igrejas mais bonitas de Budapeste, onde se encontra relíquias (a mão direita) do rei Estevão, fundador da Hungria.

 

Parque Memento

Parque Memento (Budapeste, 2015).
Parque Memento (Budapeste, 2015).

Museu a céu aberto onde estão expostas as estátuas que antes faziam parte da paisagem de Budapeste. Elas tinham sido colocadas pelos russos, na época da ditadura comunista no país, e quando esta acabou, as estátuas da cidade foram substituídas por outras (que tentam representar o cotidiano dos húngaros) e encaminhadas a esse parque.

 

Estátua da Liberdade

Estátua da Liberdade (Budapeste, 2015).
Estátua da Liberdade (Budapeste, 2015).

Uma das poucas estátuas colocadas pelos comunistas que permaneceram na cidade, hoje é um símbolo da capital húngara. Ela está situada na Ciutadela.

 

Ilha Margarida

Ilha Margarida, em Budapeste (2015).
Ilha Margarida, em Budapeste (2015).

No meio do rio Danúbio, na cidade de Budapeste, é possível avistar uma bonita ilha, coberta de árvores. A ilha é um parque e uma ótima opção para um passeio agradável e até fazer um piquenique.

 

Parque Municipal

Feira gastronômica no Parque Municipal, em Budapeste (2015).
Feira gastronômica no Parque Municipal, em Budapeste (2015).

Lugar gostoso para fazer um passeio em um dia de verão ou para patinar no lago durante o inverno.

 

Marco Zero

Atravessando o rio Danúbio pela Ponte das Correntes, ao chegar em Buda o turista encontrará o Marco Zero da cidade.

Marco CERO (Budapeste, 2015).
Marco CERO (Budapeste, 2015).

Funicular do Castelo de Buda

Funicular do Castelo de Buda
Funicular do Castelo de Buda

O funicular leva o turista até o Castelo da cidade. Uma particularidade dele é que é o segundo funicular do mundo a funcionar.

 

Castelo de Buda

Castelo de Buda, em Budapeste (Hungria, 2015)
Castelo de Buda, em Budapeste (Hungria, 2015)

Anteriormente, havia um castelo no que atualmente se chama Bairro do Castelo, mas este foi destruído pelas invasões que a cidade foi sofrendo ao longo de sua história. Suas ruínas ainda podem ser vistas.

Atualmente, o turista pode visitar, no Bairro do Castelo, o Museu da Historia de Budapeste, Galeria Nacional da Hungria e uma biblioteca (a maior do país), além de caminhar pelas ruas e monumentos e ter uma vista privilegiada de Peste (o outro lado da cidade).

 

Patio Gozsdu

Pátio Gozsdu (Budapeste, 2015).
Patio Gozsdu (Budapeste, 2015).

O que antes fazia parte do bairro judeu e chegou a ser abandonado por seus habitantes durante a ocupação nazista, foi restaurado nos últimos anos e agora é um gostoso espaço repleto de bares e entretenimento. Lugar para deixar-se ficar com uma boa companhia e desfrutar de um ambiente animado e moderno.

 

Mercado Central

Construído em 1896, o grande mercado, além de frutas e outros produtos frescos, é também uma opção de lugares para ir fazer uma refeição e comprar souvenirs.

 

Banhos termais

Em Budapeste há diversas opções para aqueles que buscam relaxar em águas medicinais. Alguns são modernos, oferecendo muitas opções de entretenimento e tratamentos de beleza, outros são mais tradicionais, construídos no século XVI.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*