AREQUIPA – Peru

Partilha esse post

Uma das principais cidades do Peru, Arequipa recebe muitos turistas durante todo o ano. Está localizada ao sul do Peru, a 1020 quilômetros de Lima, a 485 quilômetros de Cusco e a 370 quilômetros de Tacna (cidade peruana que faz fronteira com o Chile).

Mapa retirado do Google Maps (31/05/2015)

Ao seu redor, os vulcões El Misti (que, em quechua, significa senhor), Chachani (noiva ou esposa, em quechua) e Pichu Pichu (montanha montanha, no mesmo idioma) fazem com que a paisagem de Arequipa seja única e realmente bonita.

Arequipa (2015)

Os mais aventureiros podem fazer escaladas nos vulcões, rafting e caminhadas nas proximidades da cidade de Arequipa. Mas, em diversos pontos da cidade há possibilidades de vislumbrar e tirar belas fotos dessa paisagem natural, como no Mirador de la Plaza de Yanahuara ou no Mirador de Carmen Alto.

Mirador – Plaza de Yanahuara (2015)

 

Vulcão Pichu Pichu, visto desde o Mirador de Carmen Alto (2015)

Além disso, a Plaza de Armas de Arequipa, outro cartão postal da cidade, é encantadora, com seus edifícios construídos com uma pedra esbranquiçada chamada silliar, pedra extraída da deposição de cinza dos vulcões da região. Essa característica rendeu à cidade o apelido de La Ciudad Blanca.

Plaza de Armas de Arequipa (2015).

 

Plaza de Armas de Arequipa (2015)

Alguns museus, espalhados pela cidade, mostram a cultura e a história do local e dão sentido a tudo aquilo que o turista vê.
Vale a pena conhecer, por exemplo, a Momia Juanita, corpo de uma garota de mais ou menos 13 anos (que aparentemente foi sacrificada e oferecida aos deuses incas) e que se encontra em perfeito estado de conservação. Ela foi encontrada no nevado Ampato em 1995 e ajudou arqueólogos entenderem um pouco mais o mundo dos incas. Atualmente, está no Museo Santuarios Andinos – Universidad Católica de Santa María*.

Por estar localizada a 2300 metros acima do nível do mar, pessoas provenientes de lugares mais baixos que ali chegam podem sofrer alterações físicas decorrentes daquilo que chamamos de “mal de altura” (também conhecido como “soroche” ou “mal de montaña”). Assim, se o turista sente alguma indisposição física, cansaço ou dores de cabeça aconselha-se tomar chá de coca. Nas farmácias do Peru também é possível encontrar remédio que minimiza esses sintomas.

* Informação adicional:
Museo Santuarios Andinos – Universidad Católica de Santa María
Calle la Merced nº 110 (a um quarteirão da Plaza de Armas)
Segunda a sábado das 9h às 18h / Domingo das 9h às 15h.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*